Empathy

O ser humano a cada dia me surpreende mais. É impressionante como algumas pessoas só entendem uma situação quando passam por ela. Há 3 dias eu tive uma dor terrível, diferente de todas as outras cólicas que eu geralmente tenho. Na quinta-feira, fui parar no hospital de tanta dor. O motivo? Pedra no rim. Não foi diagnosticado na radiografia, mas devido a todos os sintomas só poderia ser isso. O médico concluiu que como a pedrinha não apareceu nos exames, ela deveria ser muito pequena e já estaria no “canal”, e a única coisa a fazer era esperar. Esperar… e a dor? Pra você, que nunca sofreu com cólica (e eu estou me referindo a outros tipos de cólica), sabe qual é a sensação de uma cólica renal? É simplesmente horrível! Imagine você com cãibra, agora multiplique por 10, na região inferior às costas. E mais, essa sensação vai se repuxando até a parte da frente. Consegue imaginar? Não?

[…] Bem, após passar a manhã em um hospital, tomando soro e medicações, sem conseguir dormir, ouvindo pessoas gemendo de outras dores, fazendo vários exames, enfim eu pude ir para casa. Cheguei, cochilei um pouco e, quando acordei, a dor voltou. Só que numa intensidade menor. Ela aparecia e desaparecia, até que resolveu ficar. Tomei um remédio receitado pelo médico, o que aliviou, mas não passou. Consultei outra médica que confirmou que era pedra no rim. A solução: tomar muita água e esperar. Durante a noite foi difícil de encontrar uma posição para dormir que não fosse desconfortável. Acordei várias vezes para ir ao banheiro, e acho que pelas 5h da manhã eu consegui dormir sem dor. […]

Então não julgue alguém que passou por isso só porque você nunca teve. Agradeça à Deus que você é uma pessoa saudável e nunca precisou passar por isso. Eu realmente não desejo que as pessoas sintam o que eu senti para poderem compreender. Só queria que não julgassem algo do qual não conhecem. Esse é o maior erro que algumas pessoas cometem. Graças à Deus eu estou melhor hoje.  Mas após uma situação dessas, você fica com “medo” de sentir aquela dor novamente. Qualquer dorzinha mínima você já pensa que é mais uma pedrinha. Sei que não devo ficar neurótica com isso, e que já posso voltar para a minha rotina de sempre, mas esses primeiros dias são difíceis. Então tudo o que eu queria era a compreensão das pessoas. Quem realmente se preocupa com você, tendo passado por isso ou não, está ao seu lado. Mas e os outros? Cadê a empatia para com o próximo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s